PASTORAL DA COMUNICAÇÃO DA PARÓQUIA SENHOR DOS PASSOS

Conheça abaixo a equipe da Pastoral da Comunicação Paroquial da Senhor dos Passos, bem como as atribuições da pastoral. Se você se identifica com nossas atividades, venha fazer parte da Pastoral.

 · Pácoco: Mons. Luiz Rodrigues Oliveira.

 · Vigários: Pe. Wilson Marques, Pe. Francismário de Araújo Soares e Pe. Marino de Offida

 · Coordenação da Pascom 2017: Cícero e Marilene Barreto

 · Jornal Nossos Passos: Mons. Luiz Rodrigues; Cícero e Marilene Barreto; Michelle Mariano; Magdalena Nascimento; José Angelo e Claudia Pinto.

 · Colaborador: Aníbal Azevedo

 · Blog, Facebook, Instagran e Twitter: Jairo Rêgo, Magdalena Nascimento, Humberto Ribeiro, Tony Santos e Thais Magalhães

 · Rádio Nossos Passos: Jairo Rêgo e Magdalena Nascimento.

 · TV Nossos Passos: Jairo Rêgo - Ao vivo, transmitindo as Missas Dominicais e principais eventos da Paróquia.

 · Site: Ideia.com.br

 · Mural Digital: Claudia Pinto

 · Fotógrafos: Antônio Neto, Robson Miranda e Angelo Pinto.

O QUE É PASCOM.

a) Pastoral da Comunicação é comunhão, é o elo de ligação entre todos os eventos, pastorais, movimentos, associações que tem na comunidade, bem como com os meios de comunicação que existem fora da comunidade (jornais de bairro, rádios comunitárias, etc.). Ela não é mais uma pastoral, mais é o que dá comunhão, pulsação nas atividades e na existência da comunidade. É a presença efetiva de toda a comunidade em todo e qualquer evento.

b) O que não é Pascom? Um boletim, um mural, página de Internet, etc., não são Pastoral da Comunicação, mas formas utilizadas pela equipe de comunicação. Muitas vezes se reduz a Pascom a um desses meios, o que significa prejuízo da qualidade de um trabalho. Todos os meios de comunicação que a comunidade possui devem estar abertos a todos.

c) Por que ter uma Pastoral de Comunicação em sua comunidade? Para fortalecer a co-munhão, para que todos tenham conhecimento e possam participar dos eventos da comunidade. Para dinamizar e tornar mais viva e participativa as celebrações. Para divulgar a Paróquia para dentro e fora dela. Para chegar mais perto das pessoas, saber utilizar a linguagem adequada para cada meio, para cada tipo de participante, enfim para levar a Boa Nova a todos sem distinção, sem separação, sem medos, sem preconceitos.

Temos também um grande empenho dos Bispos no Brasil, para que cada comunidade tenha sua Pascom, conforme orienta o documento 59 da CNBB: IGREJA E CO-MUNICAÇÃO RUMO O NOVO MILÊNIO, de 1997.

d) Como iniciar a Pascom? O Pároco é o responsável por todas as pastorais da Paróquia, no entanto, ele não pode e não deve realizar tudo sozinho. Por isso, ele delega os trabalhos às equipes correspondentes. Assim sendo, para iniciar uma Pascom o primeiro passo é organizar uma equipe composta por pessoas interessadas em comunicação. O segundo passo é um levantamento dos recursos já existentes na comunidade e no bairro, estar em contato com todos os grupos organizados dentro da paróquia e nos meios de comunicação fora da Comunidade, independente de participarem das reuniões específicas da Pascom. É a alegria da paróquia, pois faz com que as pastorais se conheçam, se integrem, se mexam e realmente atuem. A equipe deve ter criatividade na busca da divulgação da Boa Nova; ser canal e unidade de comunicação.

e) Técnicas de Reuniões: Um dos grandes canais de comunicação na comunidade são as reuniões, a equipe de comunicação pode auxiliar apresentando técnicas de reuniões, ajudar a evitar reuniões intermináveis, sem objetivos ou muito formais.

f) Temos um campo muito amplo de atuação em nossa pastoral. Muito a aprender, muito a desenvolver;

g) A Pascom tem muita responsabilidade, é a poderosa solução para a necessidade urgente de conversão e evangelização.Tem tudo para funcionar, não pode e não deve incorrer nos velhos vícios que embaçam o projeto urgente de Jesus.

É vitalidade; intercâmbio de experiência profissionais e espirituais, levando incentivo e metas às comunidade regionais.

A Pascom deve ter humildade para saber trabalhar em equipe.

A Pascom deve ser o elo de ligação entre as pastorais; pode ampliar o diálogo entre as pessoas e enriquecer a liturgia.

O objetivo da Pascom é fazer com que todos os meios de comunicação estejam voltados para mostrar os valores reais da vida.

A Pascom deve promover mais fraternidade, mais solidariedade; motivação para melhores dias de paz e união. Deve permear todo o trabalho da Igreja.

A Pastoral da comunicação é o elo de ligação entre a Igreja e a comunidade local e mundial:

Munindo-se de métodos de evangelização;

Dando o sentido e gosto de ser Igreja;

Transformando critica em colaboração;

Despertando curiosidade, busca e cooperação.

Fonte: CNBB

Oração da Pascom

Senhor Jesus, tu que escolheste doze homens e tirou deles o que tinham de melhor em seus corações e, com isso, todos se sentiram amados e úteis no projeto de anunciar a boa nova e a verdade, faça- nos como seus doze escolhidos: homens e mulheres comprometidos na anunciação da boa nova e instrumentos de ligação entre sua igreja e todos, sem distinção, separações, medos e preconceitos. Ajudai-nos a ser o elo entre movimentos, pastorais e veículos de comunicação do mundo moderno e globalizado, existentes ao nosso alcance, em nossa paróquia e em nossa arquidiocese. Assim, cada vez mais a palavra e a boa nova sejam levadas a todos os cantos de nossas comunidades, para honra e glória do Seu nome. Amém!
.



- MENSAGENS
- PASTORAIS
- SERVIÇOS
- EVENTOS
- JORNAL NOSSOS PASSOS
- HORÁRIO MISSAS
- A PASCOM
- O DÍZIMO
- E-MAIL
- WEB MAIL (restrito)
Clique aqui para acessar o site da Campanha da Fraternidade

Telefone: (75) 3623-1347
Av. Senhor dos Passos, 1042 - Centro
44010-230 Feira de Santana - Bahia

E-mail: pascom@paroquiasenhordospassos.com.br